cruise-g89baed7a8_1920

Turistas sem comprovação de vacina têm entrada barrada em navios de cruzeiros em Santos 

Ao menos 25 passageiros deixaram de embarcar na última sexta-feira (5), data de início da temporada 2021/2022, e nesta segunda-feira (8)

Mais de 20 turistas foram impedidos de embarcar em navios de cruzeiros em Santos por não terem completado o ciclo vacinal contra a Covid-19, ou por não cumprirem o período de 14 dias, necessário para que a vacina tenha efeito. Os passageiros foram barrados na sexta-feira (5), dia que marcou o início da temporada 2021/2022, e nesta segunda-feira (8).

No primeiro dia da retomada dos cruzeiros marítimos no Brasil, 23 pessoas que embarcariam no navio MSC Preziosa tiveram a entrada barrada. Para embarcar, os passageiros devem apresentar o comprovante de vacinação completa, seguindo as normas determinadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. A primeira embarcação que partiu do Porto de Santos teve como destino a cidade de Búzios, no Rio de Janeiro.

Liberada pelo Governo Federal, a temporada de cruzeiros 2021/2022 deve seguir os protocolos sanitários estabelecidos pelo Ministério da Saúde e pela Anvisa. Além da vacinação completa, os turistas devem apresentar um teste do tipo RT-PCR negativo feito em até 72 horas antes do embarque ou teste de antígeno feito até 24 horas antes.

Até abril, navios devem passar pelo Porto de Santos para realizar viagens com roteiros e escalas em destinos nacionais como Rio de Janeiro, Santos, Salvador, Angra dos Reis, Balneário Camboriú, Búzios, Cabo Frio, Fortaleza, Ilha Grande, Ilhabela, Ilhéus, Itajaí, Maceió, Porto Belo e Ubatuba.