SPA

Autoridade portuária de Santos recebe prêmio do Ministério da Infraestrutura por desempenho na gestão 

Administradora Santos Port Authority (SPA) ficou em 2º lugar no Índice de Gestão das Autoridades Portuárias (IGAP). A empresa DP World Santos também foi destaque no prêmio Portos + Brasil

A Santos Port Authority, administradora do Porto de Santos, recebeu o prêmio Portos + Brasil, do Ministério da Infraestrutura, por seu desempenho na gestão. A autoridade portuária alcançou o 2º lugar no ranking da principal categoria da premiação. Além da SPA, a empresa DP World Santos também foi  destaque na iniciativa da pasta, ficando em 3º lugar na categoria ‘Crescimento da Movimentação TUPs/Container’.

A cerimônia de entrega do prêmio aconteceu nesta quarta-feira (1º), no Clube Naval de Brasília e a solenidade contou com a presença do ministro de infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, das autoridades federais e de representantes do setor portuário nacional. Esta é a segunda edição do prêmio que busca incentivar e reconhecer o trabalho dos profissionais dos portos do país.

Com pontuação de 8,5, a SPA foi reconhecida pelo Índice de Gestão das Autoridades Portuárias (Igap). O indicador  tem como objetivo avaliar o desempenho financeiro, a eficiência na gestão de recursos humanos, a capacidade operacional para concretizar investimentos, o comprometimento em atender/corrigir as irregularidades constatadas pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), a qualidade da gestão ambiental, a transparência na publicação de informações, a regularidade fiscal e trabalhista, além de outros quesitos.

O Portos + Brasil é uma iniciativa da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários (SNPTA), que incentiva o aprimoramento na gestão dos portos organizados. Neste ano, a premiação contou com oito categorias nas quais foram premiados os três primeiros colocados.

Por meio do prêmio, o Minfra identifica as autoridades portuárias que vêm adotando as melhores práticas de mercado, transparência, gestão, governança, que possuem boa estrutura organizacional e física, bem como quadro funcional adequado à exploração portuária.

(Fonte: Ministério da Infraestrutura)